[Artigo] Análise Junguiana de aspectos diferenciais do processo de adoção tradicional e tardia

Este trabalho aborda os processos de adoções tradicionais (de bebês) e tardias (de crianças mais velhas), com a intenção de desenvolver uma contribuição no âmbito acadêmico e a ampliação das informações sobre o tema. O foco é a compreensão das expectativas e motivações dos adotados e adotantes tradicionais e tardios na visão da psicologia Junguiana. Foram realizadas pesquisas em bancos de dados físicos e virtuais. Muitos autores se dedicam a estudos sobre o processo de adoção devido ao fato deste ser uma questão social relevante. O processo de adoção requer adaptação, o que pode configurar uma situação de crise emocional tanto para o adotado como para o adotante. O psicólogo assume um papel de suma importância para a identificação das emoções e necessidades dessas pessoas. Verificou-se que há um consenso na literatura pesquisada que a psicologia pode auxiliar viabilizando a compreensão das necessidades de todos os envolvidos no processo de adoção.

Autora: JOYCE DE ANDRADE SALADRIGAS

Para ler o texto completo clique aqui

Anúncios
Esse post foi publicado em Artigos e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s