PROJETO PSI – UMA PORTA DE ENTRADA PARA O MERCADO DE TRABALHO.

Você que é recém-formado ou quer se reintegrar no campo da Psicologia Clínica, venha conhecer o PROJETO PSI !

Destinado a fornecer apoio a psicólogos iniciantes e àqueles que pretendem se reinserir na profissão ou consolidar seu caminho profissional, especialmente na área clínica. Para tanto, propiciamos, aos nossos associados, oportunidade de ampliar seu conhecimento teórico e prático a partir de cursos, grupos de estudos, supervisões, seminários, oficinas e jornadas de apresentação de casos clínicos.

Por outro lado, visando amenizar a dificuldade de inserção no mercado, o Projeto contribui para o desenvolvimento profissional e ampliação da visibilidade da atuação fornecendo espaço físico para atendimentos, inclusão como colaborador da Clínica Numen em nosso site e a possibilidade de disponibilização de artigos, pesquisas e serviços em nosso site e blog, durante a vigência do contrato, a partir de uma seleção prévia.

Contate-nos e solicite maiores informações!

 

Fone: (11) 2537-1197 ou (11) 5082-1197

Anúncios
Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Sensor detecta ataque epilético

Cientistas israelenses desenvolveram um dispositivo para detectar ataques epiléticos. A nova pulseira eletrônica, denominada EpiLert, funciona como um sensor que detecta os movimentos do braço associados à ocorrência de uma crise e emite sinal de alerta aos cuidadores do paciente. O dispositivo utiliza um algoritmo desenvolvido pela equipe coordenada pelo engenheiro eletrônico Amos Shaham, fundador da empresa fabricante. A epilepsia é uma condição incurável que afeta principalmente dois grupos mais vulneráveis da população – crianças pequenas e pessoas com idade acima de 65 anos. Embora na maioria dos casos a doença possa ser controlada com medicação, as crises são muitas vezes imprevisíveis, podendo levar à morte quando o paciente não é rapidamente medicado. 

Mais informações pelo link:http://www.israel21c.org/201102078733/health/swift-help-for-epilepsy

 

Fonte: Mente e Cérebro

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Livro discute homossexualidade e religião

Lançado hoje, o livro Religiões e homossexualidades discute visões de lideranças católicas, evangélicas, judias e das religiões mediúnicas (tanto kardecistas quanto afro-brasileiras) sobre questões relacionadas à homoafetividade, como a homofobia, a polêmica do casamento gay, direitos previdenciários e adoção, com ênfase em novas propostas jurídicas. Em uma época em que movimentos religiosos fundamentalistas procuram impor seus valores ao estado laico e, ao mesmo tempo, movimentos sociais defendem direitos civis e criminalização da homofobia, a obra apresenta reflexões  para a compreensão dos embates e negociações entre as agremiações religiosas e as comunidades de gays, lésbicas e bissexuais. Organizado por Fernanda Delvalhas Piccolo e Maria das Dores Campos Machado, o livro  resultado de um ano de pesquisa apoiada pelo Ministério da Saúde e pode ser adquirido por R$ 49.00 no site do Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (Clam): www.clam.org.br.

 

Fonte: blog da mente cérebro.

 

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , | Deixe um comentário

SOU PSICÓLOGO! E AGORA?? (NOVO! INCLUI OFICINA DE ATENDIMENTO TERAPÊUTICO)

Realize sua inscrição pelo site: 

http://www.institutonumen.com.br/index.php/cursos/expansao-cultural-e-aperfeicoamento/95-sou-psicologo-e-agora-novo-inclui-oficina-de-atendimento-terapeutico

 

Datas: 26 e 27 / Abril / 2014 
Horário: 
09:00h às 12:00 e das 14:00 às 17:00h
Carga horária: 
12 horas

Apresentação: O que fazer? Como fazer? De que maneira? São as perguntas mais freqüentes de recém-formados em Psicologia ou de profissionais que estão retomando a profissão após um período de afastamento. Esse curso pretende sanar algumas dessas lacunas, assim como propiciar espaço para a reflexão e treinamento para a prática clínica.

Objetivo: Fornecer orientações sobre o início da carreira de psicólogo e a práxis clínica.

Conteúdo Programático:

– Sou psicólogo! E agora?: O confronto com a nova profissão 


– Construindo a clínica: espaço físico, documentação, resoluções do CRP e convênios


- Pacientes x totalidade do psicoterapeuta 


– O paciente como outro


- A importância da definição da abordagem teórica


- Contrato terapêutico 


– Entrevistas preliminares: como proceder


- Como calcular os honorários


- A ética relacionada aos arquivos de dados do paciente


- O laudo psicológico


- O abuso de poder na psicoterapia


– O encerramento da psicoterapia


- As supervisões 
- As especializações

– Os cursos de pós-graduação


- A divulgação do trabalho em clínica


- Outros campos de atuação em Psicologia

Parte Prática: Oficina de atendimento terapêutico: a partir de técnicas psicodramáticas, os integrantes vivenciarão e discutirão recortes de atendimentos em psicoterapia e psicodiagnóstico, alternando-se como pacientes e terapeutas.

Metodologia: exposição oral, multimídia, role play.

Público-alvo: profissionais e estudantes de Psicologia.

Documentos para matrícula: cópia do RG e CPF; comprovante de curso superior ou Conselho de Classe, duas fotos recentes 3×4.

Coordenação: Dra. Izildinha Konichi

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Falta de desejo sexual afeta 70% das pacientes atendidas na ginecologia do HC

MULHER

Não existe medicamento que, comprovadamente, aumente a libido feminina; antidepressivo pode aumentar sintomas

 

A maioria das mulheres que sofre de falta de desejo sexual e recorre medicamentos para tentar recuperar a libido não tem nenhum problema físico que justifique o problema. A dificuldade está atrelada a questões psíquicas. “Em 90% dos casos a questão psicológica e não orgânica; drogas como antidepressivos podem até inibir o desejo sexual”, afirma a ginecologista Elsa Gay, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), ligado à Secretaria de Estado da Saúde. Ela observa, porém, que não existe nenhuma medicação para aumentar a libido feminina que tenha eficácia comprovada. “No setor de Ginecologia do HC, 70% das mulheres atendidas no ambulatório alegam ter perdido a libido e quando o sexo deixa de proporcionar prazer, é sinal de que algo está errado. A correria, o estresse do trabalho e a preocupação com os filhos e com a casa são grandes vilões da sexualidade. Quando há crises no relacionamento, a mulher se fecha para a vida sexual”, afirma. Ter um bom conhecimento do próprio corpo também é essencial para uma vida sexual satisfatória. Segundo a médica, a maior incidência de mulheres que sofrem com a falta de desejo sexual está entre as que já passaram pela menopausa, mas o problema pode atingir a mulher em qualquer idade. Nesses casos, o acompanhamento psicoterápico é fundamental para a descoberta (ou o reencontro) da autoestima e da própria capacidade de sentir prazer.

 

Fonte: Blogdarevistamenteecerebro

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Pesquisadores descobrem o gene da dor

Um grupo formado por cientistas de várias nacionalidades identificou o gene responsável pela suscetibilidade à dor crônica, abrindo novas perspectivas de tratamento desse mal que afeta cerca de 20% dos adultos em todo o mundo e pode variar da dor de cabeça persistente, dor nas costas, dor da artrite e até mesmo dores psicogênicas. Embora se saiba que algumas pessoas são mais suscetíveis do que outras a esse desconforto crônico, ninguém sabia as razões disso. Agora, pesquisadores da Universidade Hebraica de Jerusalém, da Universidade de Toronto, do Canadá, da Sanofi-Aventis, da Alemanha, e do Centro de Biologia Oral do Instituto Karolinska, da Suécia, acreditam ter encontrado a resposta na genética. “O significado imediato é a consciência de que as diferenças na percepção da dor podem ter uma predisposição genética”, diz o professor Ariel Darvasi Alexander Silberman, do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Hebraica. “A descoberta pode fornecerinsights para o tratamento da dor crônica com mecanismos até hoje não pensados”.  Em um relatório publicado na semana passada na Genome Research, Darvasi e seus colegas identificaram uma região do cromossomo 15 do rato que provavelmente continha uma ou mais variantes genéticas que contribuem para a dor. Eles identificaram o gene Cacgn2 como o provável candidato. Em experimentos com ratos, os pesquisadores confirmaram que o Cacgn2 tem um papel funcional na dor. Para saber se a versão humana do gene também tem algum um papel na dor crônica, os cientistas analisaram um grupo de pacientes com câncer de mama que apresentaram dor crônica mais de seis meses depois de terem sido submetidas à remoção ou remoção parcial da mama. Descobriu-se que as variações genéticas do Cacng2 foram significativamente associadas a essa dor crônica.

   

Mais informações no link:

http://www.israel21c.org/201008238246/health/the-gene-at-the-heart-of-pain

 

Fonte: Blogdamenteecerebro

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Para conselhos de psicologia, projeto de lei do ato médico não é consenso entre profissionais da saúde.

Entidades pedem mais debate; abaixo, texto veiculado pelo CFP e pelo CRP-6

Uma tentativa de colocar o Projeto de Lei (PL) nº 268/2002, conhecido como Ato Médico, na pauta do plenário do Senado Federal em regime de urgência, sem que tenha havido consenso entre os diversos setores da área da saúde, foi realizada na tarde de quarta-feira, 1 de dezembro de 2010, quando representantes da classe médica foram ao gabinete do senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo no Senado, fazer a solicitação. Não há um texto de consenso para o PL, ao contrário do que vem sendo anunciado por setores da medicina.

A possibilidade de votação do PL a toque de caixa, no final da legislatura, preocupa as profissões da saúde, pois não foi realizada uma discussão mais ampla no Congresso e o debate, definitivamente, não foi amadurecido na sociedade brasileira, que é a maior prejudicada pelas mudanças. O projeto, tal como está, interfere diretamente no funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS) e, se aprovado, afetará a todos os usuários do serviço. Ademais, o projeto ainda não passou por todas as comissões no Senado.

Em reunião com o presidente do Senado Federal, José Sarney, na terça-feira, 23 de novembro, representantes de conselhos profissionais, fóruns e associações de profissionais e usuários da saúde expuseram suas preocupações em relação ao PL. Na ocasião, Sarney assegurou que o projeto não entraria na pauta em regime de urgência e reconheceu que o assunto é controverso. “Não vamos colocar em urgência, estou vendo que é um assunto controvertido”, afirmou o presidente do Senado.

Estiveram na reunião conselheiros do Conselho Nacional de Saúde (CNS), representantes do Fórum das Entidades Nacionais dos Trabalhadores da área da Saúde (Fentas), da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde (CNTS), dos Conselhos Federais de Psicologia (CFP), de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Cofito), de Fonoaudiologia e de Enfermagem. O movimento contra o projeto de lei do Ato Médico reúne entidades e associações de diversas profissões da saúde.

O chamado Ato Médico interfere na autonomia do trabalho das profissões da saúde e causa danos ao SUS ao prejudicar o atendimento integral à saúde da população. O debate é essencial para que seja garantida à sociedade o direito do atendimento multiprofissional.

 

 Conselho Federal de Psicologia (CFP) 

Conselho Regional de Psicologia – 6ª Região (CRP-6)

 

Fonte: Blogdamenteecerebro

 

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , | Deixe um comentário